27 outubro 2008

Tentativa 378

Todo mundo sabe o quanto "eu não gosto de você" pode doer, mas às vezes a gente esquece como dói mesmo quando é a gente que ouve isso. A gente esquece porque, graças ao bom Deus, ninguém tem que ouvir isso diariamente, né? Mas parece que, por esquecer, quando ouve é ainda pior... Eu ando sofrendo de várias dores, desse tipo, doídas. Eu já tentei ignorá-las, revertê-las, acalmá-las, revidá-las. Nada adianta. Quando vem uma bomba dessa, absolutamente nada adianta. Eu queria que as pessoas fossem menos egoístas, pensassem menos nos seus próprios momentos e notassem os efeitos desses momentos nos que estão à sua volta (isso porque estes, os que estão à volta, certamente também têm os seus momentos). Mas eu também já vi que eu querer não tem resolvido grande coisa. Enfim, acabo de perceber que escrever também não resolve, não alivia, não adianta. Minha próxima tentativa será fatal!!!